Eleito um dos três melhores economistas do Brasil, Eduardo Moreira revela como funciona o complexo sistema financeiro, econômico e político do capitalismo, para que o leitor possa tomar as rédeas do seu dinheiro e da própria vida. O autor desvenda as estruturas que regem o poder, e denuncia as maneiras pelas quais alguns poucos privilegiados influenciam opiniões para manter a ordem vigente. Uma obra esclarecedora que apresenta, como o próprio autor provoca, “as coisas como elas são”, oferecendo ferramentas para se fazer as perguntas corretas com autonomia, sem cair nas tantas armadilhas de falsas premissas cujas verdades os donos do poder não querem que você saiba.

O autor não tem neste livro a intenção de defender uma ideologia em detrimento de outra, mas sim de nos apresentar alguns fatos e trazer reflexões. Logo na introdução diz o seguinte:
Infelizmente vivemos em um mundo onde conhecemos muito pouco sobre aquilo que usamos, defendemos ou criticamos. Um mundo de aparências, preconceitos, propagandas e enganos. Sabemos pouco sobre o que comemos, sobre nossos investimentos, sobre as estruturas políticas e de poder, e também sobre o que queremos. E é desse universo de desconhecimento, de comportamento míope e de manada que alguns poucos se aproveitam para ter cada vez mais poder, dinheiro e meios.”

Eduardo Moreira desenvolve o livro trazendo alguns dados, contando alguns aspectos de sua vida pessoal de alguém que veio de uma elite do mercado financeiro, e trazendo questionamentos como: por que aceitamos pagar mais de uma centena de bilhões de reais em tarifas aos bancos sem reclamar, mas paramos o país por causa de um aumento de centavos na tarifa do ônibus? Ou por que tanto ódio contra o regime político cubano enquanto existem outros países como o Sudão e o Haiti com indicadores sociais muito piores?

Ele explica de forma extremamente didática como as pessoas podem ser facilmente manipuladas, e como somos cegos à realidade. O mundo real pode ser mais simples do que pensamos, mas como acessá-lo? O que o autor faz é seguir o conselho dos jornalistas que descobriram o escândalo do Watergate nos EUA: siga o dinheiro!

O autor fala sobre investimentos, meritocracia, tributos, capitalismo, algumas medidas governamentais que são ou poderiam ser implantadas, etc.

O livro é curto, de leitura rápida e fácil compreensão. Recomendo à todos! A única bandeira que ele levanta é a do conhecimento, pois acredita que é através dele que nos libertamos!

“A busca pela verdade é muito mais difícil quando se nutre ódio e embate agressivos. Mas é isso que somos estimulados a fazer pelo sistema: brigar, e brigar feio entre nós, porque essa é a melhor maneira de esconder as artimanhas e armadilhas do mundo que há por aí.”

https://youtu.be/hjJJBmkZ7so