Vamos começar uma nova série de textos aqui no blog do WordPress.com sobre como engajar sua audiência. Afinal de contas um site não serve apenas para ser encontrado nas buscas do Google, é importante que cada texto sirva para se conectar com seus leitores e clientes.

Uma pesquisa recente da Edelman aponta que 69% dos brasileiros compram com base no posicionamento das empresas sobre questões sociais. Mais da metade dos consumidores considera causas e propósito importantes, não dá mais para ignorar.

Slide da pesquisa da Edelman mostrando que 69% dos brasileiros compram motivados por questões sociais

Em mercados onde o seu produto ou serviço se tornou comum, ou seja, tem uma grande quantidade de concorrentes fazendo algo parecido, trabalhar com uma causa e reforçar o propósito na sua comunicação ajuda a criar um diferencial competitivo.

Vale lembrar que pegar carona num tema que você não pratica ou domina pode ter o efeito contrário, as pessoas vão se sentir enganadas e boicotar sua empresa.

A ideia não é nova, Simon Sinek já fala desde 2009 sobre o Golden Circle, uma teoria explicando que as pessoas não compram o “que” você faz, elas compram o “porquê” você faz. Não é o produto ou serviço, é a motivação.

Golden Circle de Simon Sinek

Quem nunca ouviu algo do tipo: “Gosto de comprar aqui porque eles atendem todo mundo super bem”. “Gosto de comprar essa marca porque tudo é feito com excelente qualidade“. “Adoro os produtos dessa empresa, eles me fazem sentir melhor”.

Com a recente popularização do Marketing de Causas temos a tendência de pensar que falar de causas ou propósitos é entrar em temas como feminismo, racismo, LGBT+, etc. Eu pessoalmente gosto muito quando as marcas entram nesses temas e podemos hoje ver no Brasil grandes marcas como Avon, Natura e Boticário (apenas para citar marcas de um mesmo segmento) que abraçaram essas causas nas suas campanhas. É importante entender que essas causas tratam desses temas não apenas na sua comunicação, mas no seu quadro de funcionários e em toda a sua estrutura.

Campanha da Avon #EAíTaPronta? incluindo diversidade de gênero e cores

Para as pessoas que costumam achar que tudo isso é apenas uma onda de “politicamente correto” eu costumo argumentar com números: 51,5% das população brasileira é de mulheres e 55% são negros ou pardos segundo o IBGE. Estamos falando da maioria das pessoas em nosso país. E no caso da população LBGT+ (que são cerca de 10%) muitos correm atrás do poder aquisitivo que é de 3 a 4 vezes em média maior do que a população hétero.

Se você acha que sua empresa ainda não está preparada internamente para lidar com esse tipo de causas lembre-se que existe todo um outro mundo de temas possíveis de se trabalhar. O McDonald’s por exemplo tem o Mc Dia Feliz para doar dinheiro para as crianças com câncer. É uma causa menos complexa que consegue tocar muitas pessoas.

Campanha do McDonal's pelo GRAAC

Qual é o seu propósito? Porque você criou seu blog ou sua empresa? Você transparece seu propósito em tudo o que você faz? Seus leitores ou clientes te reconhecem pelo propósito? Talvez esteja na hora de você mudar a sua comunicação e o seu jeito de fazer negócios.

69% dos brasileiros compram com base no seu posicionamento. Em que a sua empresa acredita?

via Marketing de causas e propósito na comunicação — WordPress.com em Português (Brasil)