Chá de gengibre: dissolve pedras nos rins, mata células cancerígenas e limpa o fígado; aprenda a receita.

As principais questões de saúde relacionadas aos rins, fígado e, claro, o câncer, estão em ascensão.

Nossas dietas e estilos de vida têm sido brutais para nossos corpos.

Felizmente, há pequenas coisas que podemos fazer para melhorar a nossa saúde, e uma dessas coisas é beber este chá gengibre caseiro.

O gengibre é rico em uma série de coisas importantes para o corpo. É antiviral, antibacteriano, antiparasita e anti-inflamatório. É um super alimento.

Também é equipado com vitamina C, magnésio, e tem muitas outras vitaminas e minerais, apenas em quantidades ligeiramente menores.

Beber gengibre também é bom para combater o resfriado e a gripe, o que é perfeito para as épocas frias.

Este chá de gengibre também melhora a circulação, alivia dores de cabeça e dores musculares, acalma o estômago, limpa o fígado, dissolve pedras nos rins, reduz o risco de acidente vascular cerebral. Além disso, o gengibre tem sido conhecido por matar alguns tipos de células cancerosas.

Veja como fazer este chá de limpeza:

Você precisará:

  • 1/4 colher de chá de gengibre moído
  • Leite de coco
  • Mel orgânico
  • 1 xícara de água purificada
  • 1/4 colher de chá de açafrão moído

Instruções:

  • 1-Ferva seu copo de água no fogão. Não no microondas. Este processo não vai levar muito tempo.
  • 2-Depois de ferver, adicione o gengibre em pó e açafrão. Deixe fermentar por 10 minutos.
  • 3-Adicione um respingo do leite de coco se você gosta, e depois coe o chá.
  • 4-Neste ponto, você pode adoçar com um pouco de mel orgânico.

Este chá pode ser consumido quantas vezes quiser. Se você tiver problemas com seus rins ou fígado, o recomendado é duas vezes por dia.

Observação: Este chá não é indicado para quem sobre de pressão alta

*Nota: As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólog os, profissionais de educação física e outros especialistas.

FONTE: sitedobem