Este livro deu ao autor Gabriel García Márquez o seu Nobel – não à toa. Uma trama comovente, um ritmo que embala o espírito. Dá para ter uma ideia com a frase de abertura: “Muitos anos depois, diante do pelotão de fuzilamento, o Coronel Aureliano Buendía havia de recordar aquela tarde remota em que o pai o levou para conhecer o gelo”. Quem não arrepia? Um livro excelente com uma capacidade absurda de te fazer ver o mundo com mais empatia.

O Filme

Netflix transformou em série o livro Cem Anos de Solidão, obra-prima do escritor colombiano Gabriel García Márquez lançada em 1967 e um dos romances mais importantes da América Latina.

O serviço de streaming conseguiu o que Márquez negou durante anos: uma adaptação da obra. Vai ser a primeira vez que a história ganha uma versão audiovisual. Os filhos do escritor, Rodrigo e Gonzalo García, aceitaram a proposta da empresa e atuarão como produtores executivos da série, que será gravada na Colômbia e falada em espanhol.

https://www.facebook.com/netflixbrasil/videos/358193175026292/