História

 
A agricultura e a pecuária são as principais atividades econômicas de São Ludgero. O município foi colonizado por alemães a guarda muitos traços da cultura germânica. 
     O prédio do Colégio São Ludgero, fundado em 1900, abriga a prefeitura e é um dos símbolos da cidade. 
     A religiosidade é forte, tendo o município sido considerado "celeiro" de sacerdotes. Os italianos deram importante contribuição ao desenvolvimento da região. 
     Conta a história que São Ludgero foi um santo guerreiro muito popular que viveu na Alemanha, na região de Ultrech.
     A produção avícola e a de gado leiteiro, e a agricultura, com destaque para o cultivo de fumo, milho, feijão; legumes, frutas e hortaliças livre de agrotóxicos, contribuem de forma considerável para a economia do município.
     As primeiras famílias de colonizadores chegaram em 1870. Eram alemães da região de Westphalia, que tinha São Ludgero como padroeiro. A derrubada das matas para a instalação das primeiras roças foi um desafio ao povo, que buscava na religiosidade a força para seguir em frente sem perder as raízes germânicas. A área de terra que hoje é São Ludgero desmembrou-se de Braço do Norte, mas era pequena. Para que o município tivesse a extensão que tem hoje, foi preciso uma manobra dos imigrantes alemães: ao mesmo tempo, forçaram a emancipação de Colônia, que ia da Barra do Norte até o Rio Cachorrinhos. Emancipadas as duas localidades, logo ocorreu a fusão de Colônia com São Ludgero, resultando no território atual do município. 

Turismo 

A agropecuária, por muito tempo principal pilar da economia da cidade, disputa hoje a primazia com a indústria de plástico e de madeira. Em propriedades de no máximo 50ha, cultiva-se feijão, milho, fumo e hortifrutigranjeiros. Destaca-se também a criação de suínos e gado para corte, além da produção de ovos. Paralelamente, desenvolve-se a indústria de embalagens, copos plásticos, molduras de madeira e fecularia. Para os turistas, um atrativo é o Morro do Cruzeiro, onde são realizadas as festividades religiosas que atraem centenas de visitantes todos os anos. 

Prefeitura Municipal (48) 3657-1133.


Características

A derrubada das matas para a instalação das primeiras roças foi um desafio ao povo, que buscava na religiosidade o incentivo para seguir em frente. 

- Data de fundação - 12 de junho de 1962. 
- Data festiva - 12 de junho (aniversário da cidade) e 26 de março (Dia de São Ludgero). 
- Principais atividades econômicas - Agropecuária. 
- População - 8.586 habitantes. 
- Colonização - Alemã. 
- Principais etnias - Alemã. 
- Localização - Sul, na microrregião de Tubarão, a 182km de Florianópolis. 
- Área - 120km2. 
- Clima - Mesotérmico úmido, com verão quente e temperatura média de 19,3°C. 
- Altitude - 55m acima do nível do mar. 
- Cidades próximas - Braço do Norte, Lauro Müller, Orleans, Gravatal, Armazém, Grão-Pará.